sábado, 18 de agosto de 2012

O que chegou pra mim?

Olá, depois de um longo hiato estou de volta para mostrar-lhes o que andou chegando aqui em casa. Não é em vídeo porque minha câmera está num período meio bipolar e só funciona quando ela quer, então terá que ser da forma tradicional mesmo. Como vocês verão a seguir, eles falam de Segunda Guerra Mundial e todo aquele contexto que eu adoro, então já podem imaginar o sorriso da blogueira aqui, néam? Confere aí:

Atenção: não irei transcrever a sinopse dos livros, vou relatar com minhas próprias palavras.




Triângulo Rosa, de Jean-Luc Schwab e Rudolf Brazda.




Esse livro é um livro raro (não é comum encontrá-lo por aí nas livrarias, infelizmente) que possui o testemunho inédito de um homossexual que foi aprisionado num campo de concentração nazista. Todos sabemos que os homossexuais foram perseguidos durante o regime de Hitler mas relatos de sobreviventes eu nunca havia visto até ter esse livro em mãos. Rudolf Brazda ficou aprisionado em Buchenwald porque cometeu o “crime” (sic) por gostar de pessoal do mesmo sexo que o seu. Há diversos relatos de judeus que sofreram nos campos, mas de homossexuais e outras minorias há poucos, muito poucos. Estou ansiosa para ler o livro e com certeza ele será resenhado aqui!



Tempo de Matar, John Grisham





Esse não envolve Segunda Guerra Mundial, mas envolve a Ku Klux Klan (KKK). O que posso adiantar do livro é que dois homens brancos estupram uma menina negra de 10 anos no sul dos Estados Unidos, região conhecida pelo racismo que resiste desde o tempo da Guerra Civil Americana. O pai da menina mata os estupradores e um jovem advogado assume a defesa do homem, enfrentando sérios riscos, ameaças e assassinatos por parte da KKK. Esse livro sem dúvida promete. Aguardem a resenha.


Doze Anos com Hitler, Christa Schroeder



Esse livro eu queria há ANOS. Tinha ele como ‘desejado’ há muito tempo no skoob e nem acreditei quando finalmente o consegui numa troca. Christa Schroeder foi uma das secretárias mais íntimas de Hitler, junto com Traudl Junge (aquela mesma de “A Queda – As Últimas Horas de Hitler). O mais interessante é que esse livro é que ele não foi escrito e publicado pela Christa, mas sim por iniciativa de historiadores americanos que recuperaram seu relato de arquivos. Christa passou pelo processo de desnazificação imposto pelos aliados à parte da população alemã e enquanto estava retida pelos americanos, um deles pediu para que Christa escrevesse detalhadamente suas memórias com Hitler, o que sabia dele, sua rotina ao lado do Fuhrer ao longo de todos esses anos. O relato foi publicado há poucos anos atrás não foi modificado e as palavras de Christa não foram alteradas. Fiquem atentos para a resenha em breve.



Inverno da Guerra – Joel Silveira




Esse também é um livro raro e o testemunho contido nele é praticamente único. Há poucos relatos sobre a atuação de nossos pracinhas que foram combater na Itália durante a Segunda Guerra Mundial. O jornalista Joel Silveira partiu para a Europa para relatar os combates e tudo o que ele e os demais brasileiros passaram durante as batalhas travadas contra os alemães. Um relato inédito e pouco conhecido que merece destaque. Resenha em breve!


Tentarei não sumir muito, estarei postando mais resenhas ainda nesse fim de semana! Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário