sábado, 30 de junho de 2012

O Guardador de Rebanhos - Alberto Caeiro (Fernando Pessoa)


Confesso que poesia não é muito a minha praia. Até já li alguns livros de poesia que confesso ter gostado muito, mas nunca tinha lido Fernando Pessoa até então. Como está nas leituras obrigatórias da UFRGS 2013, eu tive que ler. Por um lado foi uma grata surpresa e por outro, um livro que me deixou meio confusa.


quinta-feira, 28 de junho de 2012

O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint-Exupéry


Esse clássico da literatura mundial nos faz enxergar o quanto é doce e puro o coração de criança. Muitas lições são passadas a pessoas de todas as idades com esse livro, como o valor de uma verdadeira amizade e também valorizar as pequenas coisas, que ocorrem diariamente conosco, mas que nem sempre damos importância.

Os Delírios de Consumo de Becky Bloom - Sophie Kinsella



"Rebecca sou eu. São minhas irmãs. São todas as minhas amigas que já saíram para comprar um chocolate e voltaram para casa com um par de botas. Rebecca é todas as mulheres (e homens) que já se viram parados diante de uma vitrine e souberam, com certeza absoluta, que precisavam comprar aquele casaco e… ai, meu Deus, calças que combinassem com ele!”

O Menino do Pijama Listrado - John Boyne


Esse é um livro que é marcado pela ingenuidade do início ao fim. Um livro que dói só pelas frases que “dão a entender” do autor, já que ele não fala nada explicitamente, tratando-se de um livro ingênuo.

Memórias de uma Gueixa - Arthur Golden



Memórias de uma Gueixa não é uma leitura das mais fáceis. Por isso, deixo o conselho: leia o livro de preferência quando você estiver em férias, com bastante tempo disponível, porque a leitura desse livro exige paciência e bastante concentração.

O livro, nas primeiras partes, é basicamente só narração. Esse, para mim, é o maior empecilho na leitura: a falta de diálogos, o que torna a leitura cansativa. É óbvio que eles aparecem – os diálogos – durante a narração, mas são bem raros. Só começam a se tornar mais comuns quando a história da encantadora Chiyo – ou Sayuri – começa a ganhar forma.

O Leitor - Bernhard Schlink


Acredite ou não: esse é o único livro que li em toda a minha vida do qual achei o filme infinitamente melhor. Isso mesmo: gostei mais do filme do que do livro. Achei o filme bem feito, as atuações dos atores impecáveis e também uma história muito bonita. O livro, por sua vez, achei parado, cansativo, sem emoção nenhuma.


Os Segredos do Nazismo - Sérgio Pereira Couto


Eu confesso para vocês que esse livro foi uma grande decepção para mim, pois eu esperava MUITO aprender com ele. Mas realmente me decepcionei, pois nunca tinha visto um livro tão mal escrito antes em toda a minha vida.

Eu fui guarda-costas de Hitler - Rochus Misch com Nicolas Bourcier



Este é um livro que conta a história real de vida do único guarda-costas de Hitler ainda vivo: o alemão de 94 anos, Rochus Misch.

O livro foi escrito da mesma forma que “Memórias de Anne Frank”: Rochus relatou suas lembranças ao jornalista francês Nicolas Bourcier – que escreveu a obra baseado nas entrevistas que teve com Rochus – como se o próprio Rochus Misch houvesse escrito o livro.

Essa obra mostra com riqueza de detalhes o dia-a-dia na chancelaria do Führer: o trabalho e a rotina diária vista aos olhos de um homem que esteve ao seu lado desde a ascensão do nazismo até os últimos dias do terceiro reich. Mostra e conta detalhes que só os mais chegados poderiam saber. Um verdadeiro “prato cheio” para quem gosta desse tema, como eu.

Vinho & Guerra - Don e Petie Kladstrup



“Vinho e Guerra” é um relato muito diferente de todos que já li sobre a Segunda Guerra Mundial. E acho que essa frase pode servir para todos que já leram esse livro! Trata-se de uma obra que foi feita a partir de entrevistas que os autores fizeram com produtores de vinho da França e souberam encaixá-las perfeitamente no enredo de um livro, com uma linguagem interessante e simples. O que mais me chama a atenção é que eles não colheram essas informações e depois fizeram um livro de ficção, como muitos autores fazem. Eles conseguiram fazer de suas entrevistas um livro muito bom e diferente de todos que já li.

Memórias de Anne Frank - Hannah Goslar com Alison Leslie Gold


“Hannah pensou: “Anne não é a mesma pessoa. Nem eu. Somos garotas destruídas.”“

O livro “Memórias de Anne Frank – As lembranças de uma amiga de infância” nos mostra através dos relatos de Hannah Goslar – A famosa “Hanneli” descrita por Anne Frank em seu diário como sua melhor amiga – para a jornalista Alison Leslie Gold, todo o sofrimento do qual ela, junto com sua família, sua amiga Anne e os demais judeus holandeses passaram durante a ocupação alemã na Holanda durante a Segunda Guerra Mundial.

domingo, 24 de junho de 2012

Cotoco - John van de Ruit


Cotoco é o livro mais engraçado que já li, sem sombra de dúvida! Esse livro do escritor sul-africano John van de Ruit rende muitas risadas, mas o final deixa a desejar. Confira porquê!

ATENÇÃO: essa resenha contém SPOILERS, citações que revelam partes cruciais do enredo! Leitura recomendada apenas para quem já leu o livro!

Juro que tentei fazer uma resenha livre de spoilers, mas foi impossível. Para explicar porque não gostei do final e porque ele não convence, é impossível não fazer spoiler (pelo menos para mim foi). Recadinho dado, então vamos lá!

domingo, 17 de junho de 2012

Noite na Taverna - Álvares de Azevedo



“Noite na Taverna” pode ser considerado um livro normal para os padrões da sociedade atual (já vi gente fazendo coisa pior nos programas de pseudo-humor na TV comparado a esse livro) mas creio que na época em que foi publicado, deve ter causado o maior rebuliço.

O Diário de Mary Berg - Mary Berg



Mary Berg é, sem dúvida, uma pessoa de sorte. O fato de sua mãe ser cidadã americana a livrou do terrível genocídio que foi o Holocausto. Mas isso não a livrou de ser confinada no gueto de Varsóvia e lá testemunhar coisas horríveis que ficaram pra sempre marcadas em sua alma.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Bate papo com o autor: Marcos Henrique Martins


Marcos Henrique Martins é natural de Recife (PE). Está cursando a faculdade de jornalismo e nos contou em entrevista que a ideia de escrever seu livro surgiu através de um programa do governo sobre games. Além de escrever, já dedicou-se a tocar numa banda de rock.


Olá! Depois de mais um tempo sumida – típico hehe – estou de volta com uma entrevista muito bacana com o autor de “O Lado Avesso” mais recente lançamento da Editora Baraúna. O escritor pernambucano respondeu às perguntas do blog falando um pouco mais sobre seu livro e sobre si mesmo. Confere aí!