domingo, 8 de abril de 2012

Balaio de dicas para vestibulandos, por Karen Pereira.



Hoje resolvi fazer uma postagem meio diferente. Como estou estudando para o vestibular e algumas pessoas que também estão nessa mesma situação já me pediram algumas dicas, irei dar algumas sugestões (humildes, claro, até porque não sou a sabe tudo e tenho dificuldades como todo mundo).

1. O vestibular da universidade da qual você que pretende ingressar possui uma lista de leituras obrigatórias? Não se apavore!

É comprovado que a maioria da população, principalmente os jovens, não possui o gosto pela leitura. Mas o que seria de nós sem a leitura? A leitura é algo fundamental para qualquer vestibulando. Já reparou que estamos sempre lendo? Textos, exercícios, redações, essa postagem si e etc. Portanto, não é complicado reservar pelo menos 30min do seu dia para ler algumas páginas, não?

Além do mais, as leituras obrigatórias não são tão chatas como você pensa. Muito pelo contrário, são muito legais! Eu li apenas quatro livros da lista, pensei que seria chatíssimo – e olha que eu adoro ler! – mas muito pelo contrário, estou adorando a experiência. Você não pode encarar isso como algo doloroso, tortuoso, mas sim como uma atividade prazerosa. Pense na imensidão de conhecimento que irá adquirir com essa leitura e no quanto ela irá te ajudar na prova! Ao decorrer das páginas, você se sentirá tão imerso e tão envolvido que mal poderá esperar para começar o próximo livro!

2. Escreva sobre o que leu.

Quando você conclui a leitura de um livro, não se sente inquieto? Eu me sinto inquieta, fico remoendo o final e tentando repassar pela minha cabeça toda a história lida. É claro que sou tão impaciente que não consigo limitar isso somente a minha imaginação, então vou correndo para o computador digitar minhas impressões de leitura, que vocês podem conferir aqui.

Escrever sobre o leu não é um simples exercício para acalmar os nervos. É um adicional que irá te ajudar no futuro! Escrever suas impressões de leitura amplia sua percepção sobre o que você leu e aprendeu. Aconteceu comigo várias vezes, inclusive quando li “Feliz Ano Novo” do Rubem Fonseca. É um livro muito violento e chulo, mas eu adorei. E não conseguia compreender isso. Então quando estava quase concluindo minha resenha, veio em minha mente a seguinte frase: “A literatura faz com que as coisas mais absurdas transformem-se em mágica”
. Pronto, havia conseguido resolver o meu dilema.

Você pode criar um blog para publicar seus escritos e compartilhar com seus colegas de estudo ou simplesmente os guardar em alguma pasta do seu computador. Você pode fazer isso com qualquer disciplina (por exemplo: leu uma matéria de Biologia e decidiu transcrever suas impressões do que aprendeu) e além do mais, estará treinando a escrita e o senso crítico para a redação. Nada melhor do que unir o útil ao agradável, não é mesmo?

3. Não quer estudar? Vá ver um filme!

Essa é uma dica muito importante que o professor de matemática do pré-vestibular nos deu: não quer estudar hoje? Sem problema, dá para descansar. Mas que tal ler um pouco aquele livro da lista? Não quer ler também? Então que tal ver um filme que te faça aprender um pouco de história? Convenhamos que não é esforço nenhum assistir um filme, né.

Hoje mesmo eu estava em ritmo de feriado e não quis muito pensar em apostila e livros, então fui assistir a um filme recomendado por um professor: Hotel Ruanda, que mostra o conflito que ocorreu no país africano em 1994. O filme é simplesmente ótimo, muito chocante e me fez aprender sobre um episódio sombrio da história que eu desconhecia. Ou seja, posso não ter estudado hoje, mas aprendi coisas novas.

O site Guia do Estudante fez uma lista com filmes importantes que podem te ajudar a estudar história. Clique aqui e confira!

4. Com exatas, não há outra solução há não ser praticar.

Com as humanas, é pura decoreba: ler e revisar até o conteúdo fixar. Com as exatas é completamente diferente: você não vai aprender só olhando os exercícios, tem que colocar a mão na massa!

Faça uma lista de exercícios para resolver e esconda o gabarito. Quando concluir todos, confira os resultados e refaça os que não conseguiu acertar.

Devo confessar que não gosto das exatas, mas mesmo que não goste, não pode encarar isso como um martírio. Engane sua cabeça e pense o contrário! Ao ir pegar a apostila de exatas, pense: “poxa que legal, vou aprender mais um pouco hoje, tentar fazer bonito e passar no vestibular!”. Você tem que ir exatamente com esse pensamento. E não se incomode caso erre alguma questão, refaça até acertar. Melhor errar agora, corrigir-se e aprender do que errar lá na hora da prova, aí já será tarde demais para você tentar se corrigir, não é mesmo?

5. Não estude sozinho!

Estudar sozinho é um perigo. Tem gente que consegue estudar sozinho e se sair bem, mas comigo esse método não funciona. Convide um amigo pra ir à sua casa estudar pelo menos umas 2h. Ou vá com ele até uma biblioteca ou local apropriado para estudos. Geralmente tem gente que também não consegue estudar em casa – e eu entendo, porque em casa há muitas distrações – mas estudar sozinho é pior. E arriscado. Sozinho você pode ir enganando a si próprio, adiando os estudos para dormir um pouco ou assistir um pouco mais de TV... Aí você não acaba estudando nada. Com uma companhia, você se sentirá mais motivado a estudar. Coloque essa ideia em prática.

6. Estabeleça uma rotina.

Isso também é fundamental. Crie uma rotina para você e fixe-a na parede, cole na geladeira, faça como achar melhor. E a cada etapa cumprida, faça um sinalzinho verde ao lado. Acredite: pode parecer bobo, mas vai te ajudar muito a colocar você na linha. Não deixe de criar uma rotina e de tentar segui-la fielmente o quanto puder.

Não se esqueça que gestos e mudanças como esses podem mudar o seu futuro e fazer a diferença na sua vida. Pode parecer muito chato agora, mas no futuro você verá o quanto o esforço valeu a pena!

Até a próxima!

5 comentários:

  1. Amei o post, Karen! Estou passando por isso, mas resolvi não fazer o cursinho este ano. Acabaria que eu não encontraria tempo para estudar as matérias que eu estou vendo no colégio e o que preciso aprender no cursinho e no próximo ano precisaria fazer tudo de novo. Estou estudando o que consigo e tentando ler algumas leituras obrigatórias, mas confesso que abandonei "História do Cerco de Lisboa", do Saramago e no ano passado "O Centauro no Jardim", do Scliar. :x É, não me orgulho disto, mas compensa um dos meus livros favoritos ser "Memórias Póstumas de Brás Cubas", do Machado de Assis? HAHAHA
    As exatas são bem simples, é apenas questão de entender o que é necessário fazer.
    Pode parecer difícil seguir todas essas dicas, mas garanto que é melhor do que esperar mais um ano pra entrar na universidade, né? E mesmo que não venha a ser aprovado neste ano, não compensa se esforçar e conseguir no ano seguinte? O importante é nunca desistir daquilo que se deseja de verdade! :D
    BOA SORTE À TODOS OS PRÉ-VESTIBULANDOS!, mas para quem vai tentar gestão de turismo e hotelaria na PUCRS nem tanto, já que a vaga é minha, viu!? u_u HAHAHAH Brincadeira.

    Beijos,
    Samy Aquino (@umalimonada)

    ResponderExcluir
  2. Muito boa dica para quem vai fazer faculdade.
    Alexandra
    http://magiasbook.blogspot.com.br/2012/04/dicas-de-escritores.html

    ResponderExcluir
  3. Boa dica!
    gostei do seu blog, estou te seguindo
    me segue tambem

    http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/

    @lostgirlygirl

    bjos

    ResponderExcluir
  4. boa dica
    gostei do seu blog
    estou te seguindo
    me segue

    http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/
    @lostgirlygirl

    bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi, estou seguindo seu Blog e adorei! Estou voltando com o meu, quando quiser, dá uma passadinha lá? Beijocas! *.*

    ResponderExcluir