domingo, 29 de abril de 2012

As Pernas de Úrsula - Claudia Tajes



Depois de muito tempo sumida daqui estou voltando para falar da minha mais recente leitura. Continuo me dedicando as leituras do vestibular, mas estou mesclando-as com leituras mais leves, para não ficar muito naquele clima de muita leitura obrigatória. Portanto, que tal falarmos deste livro muito bacana?

Esse é mais um dos livros da Claudinha que me conquistou. Há livros dela que eu amo e outros que detesto, mas esse eu adorei, como a maioria dos livros da autora que já li. “As Pernas de Úrsula” não se destaca apenas por tratar da visão masculina no relacionamento, como também os comportamentos em geral numa relação a dois – ou a três, que é o caso desse livro.

Uma das coisas que mais me encanta num livro é quando o autor é homem e consegue escrevê-lo sob a visão de uma mulher – ou quando a autora é mulher e consegue escrevê-lo sob a visão de um homem. Vamos combinar que não é uma tarefa nada fácil, não é mesmo? Colocar-se no lugar de uma pessoa do sexo oposto, transcrever seus sentimentos, suas opiniões, suas impressões, seus gostos, tudo o mais e tal, sem que o seu lado feminista ou machista interfira na narrativa. Complicado, né? Pois Claudia Tajes conseguiu incorporar o papel de homem com grande maestria nesse livro.

Não foi uma surpresa para mim, pois esse não é o primeiro livro da autora em que ela o escreve sob a visão de um homem. Em “Vida Dura” e “Dores, Amores e Assemelhados” ela já havia feito isso, mas mesmo assim continuo me encantando com esse “dom” dela. Além de gostar de ler livros escritos dessa forma, acho muito curioso e interessante ler uma narrativa masculina e saber que quem na verdade escreveu a história foi uma mulher. Estranho, né? Mas eu adoro!

As histórias criadas pela Claudia Tajes podem parecer muito bobas para a maioria dos leitores – tanto é que o pessoal sempre avalia os livros dela com notas bem baixas – mas eu creio que a Claudia não escreve esses livros para se tornarem best-sellers, mas sim para entreter e cativar seus leitores! Por isso eu leio os livros dela esperando o que sempre espero: uma história divertida, descompromissada, que vai me entreter, me fazer rir e me mostrar diversas faces de um relacionamento e de diversas personalidades. É por isso que nunca me decepciono e acabo ganhando exatamente aquilo que quero. Os livros dela são simples mas muito gostosos de ler. Leia sempre com aquele pensamento de chick-lit nacional, historinha bonitinha, engraçada, leve e descompromissada, que você irá se divertir e não ficar se lamentando por ter tido uma leitura sem nada a acrescentar. Não é esse o objetivo dela ao escrever esses livros. É te fazer rir e relaxar e não ter uma avaliação filosófica dele.

Esse livro em si é muito bom. Eu não vou narrar a história dele para vocês porque uma resenha não é uma sinopse e sim uma opinião sobre a leitura. Se quiser saber do que o livro se trata mais profundamente, leia a sinopse, o resumo ou o livro em si. Apenas digo que ele é muito legal e engraçado, com certeza você irá descontrair um pouco, como sempre acontece na maioria dos livros da Tajes. Recomendo com toda a certeza!


Uma ótima leitura para todos e até a próxima!

2 comentários:

  1. não conhecia esse livro!
    otima dica

    http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/

    @lostgirlygirl

    bjos

    ResponderExcluir
  2. Oi Anne , tudo bem? *-* Fiz uma CONVOCAÇÃO para todas as blogueiras no meu blog, dá uma olhada e participa, por favor? *-*
    http://ogato-leitor.blogspot.com.br/2012/05/convocacao-para-todas-as-blogueiras.html

    ResponderExcluir