quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Literatura Erótica – Livros que você precisa ler e livros que você precisa evitar.

Olá!

Literatura Hot é um gênero que sempre me interessou muito. Apesar de ter lido poucos livros sobre o tema, gostaria de compartilhar minhas experiências de leitura de livros eróticos com vocês e opinar quais merecem ser lidos e quais não merecem nem ser folheados – tudo isso com minha humilde opinião, claro. Então, vamos lá!

O que vale a pena ler:

Brincando com Fogo – Susan Lyons


Brincando com Fogo é um livro bem legal! Não é o livro mais hot que já li, confesso que já li melhores – safadeeeenha – mas esse é uma ótima pedida para quem não quer algo muito pesado, mas também não quer algo morninho demais. É aquele livro que consegue ser quente sem ser vulgar.

Identifiquei-me logo no começo da narrativa pela personagem principal ser jornalista e ainda por cima, oriental. Já quis ser jornalista há algum tempo atrás e acho as orientais muito lindas e muito fofas, portanto o livro começou de uma forma bem agradável para mim.

O livro deve ser lido de forma bem descompromissada: não é aquele livro maravilhoso, o final é fraquinho mas a história em si compensa. E os detalhes... Ah, os detalhes! A autora tem uma ótima criatividade para criar um clima sensual que te envolve bastante. Acredite: quando você pegar o livro, não vai querer largar mais.

Os momentos picantes são muito bons. Um dos únicos defeitos para mim foi que teve muita historinha e conversinha fiada no meio do livro... Acho que poderia ir mais direto ao ponto, né? A autora tem um talento muito bom pra coisa, ela tem criatividade em criar histórias bem quentes e acho que ela poderia ter explorado mais, que pena... Fica pra próxima.

É um livro bem gostoso de ler. Leitura rápida e envolvente. Deixo aqui uma ótima dica para um final de semana chuvoso com uma xícara de chá ao lado.

Swing - Belle

  
                                                 

Ah, esse sim! É livro picante ao extremo, bem do jeito que eu gosto. Só deixo o aviso para que os moralistas nem prossigam na leitura dessa resenha, ok? Recado dado? Então vamos lá.

Como já diz o nome, o livro fala da rotina de um casal que pratica a tão polêmica troca de casais, denominada swing. Pensei que não iria gostar do livro, que só seria sacanagem e ainda por cima, com uma personagem sem sentimento algum e que depois iria chorar pelos cantos, como fizeram a Melissa Pannarello e a Lolita Pille. Mas não, eu gostei tanto desse livro que desde o começo me identifiquei com a personagem principal, a Belle.

Esse livro é uma história real e conta, sem pudores, o mundo do swing e muitas coisas além dele. Teve um trecho do livro em que a Belle disse algo que me identifiquei muito e ficou marcado até hoje em mim. Foi mais/menos assim:

 “O swing, quando praticado com respeito pelo casal, pode ser delicioso e revigorante e uni-lo ainda mais. Por que fazer pelas costas aquilo que podemos fazer juntos?”


Eu concordo plenamente com ela. Muito melhor ambos terem prazer juntos, conscientes de tal ato, do que um sozinho fazendo pelas costas do outro. Isso sim é traição. Eu concordo que o swing, em consenso mútuo entre o casal, pode até aumentar a cumplicidade entre ambos. São seres humanos como nós e se não estão fazendo nada de errado pra ninguém, por que não? Cada um merece ser feliz da melhor forma que lhe convier!

Para quem quer ler um livro erótico de verdade, sem pudores, com descrições quentes e reais, esse é o livro certo. Eu adoro esse livro porque me identifico muito com a Belle e com o que ela pensa... É uma mulher super resolvida, com sentimentos como qualquer outra pessoa e que é feliz do jeito que é. Fica aqui uma ótima dica de leitura.


O que não vale a pena ler:


100 Escovadas Antes de Ir Para a Cama - Melissa Panarello

De boa? Detestei esse livro. Isso, pra começar, não é livro erótico. É um livro sobre uma guriazinha rebelde que só porque não recebia amor dos pais, dava pra qualquer um que aparecesse na frente. Desculpem-me o linguajar, mas é assim mesmo.

Durante todo o livro, Melissa manteve relações sexuais com diversos homens diferentes e todos eles a machucaram de alguma forma. Ela tentava explicar que só fazia aquilo porque não recebia amor nenhum dos pais, então tentava encontrar amor nesses caras. Isso não é justificativa.

Não sou profissional, não sou psicóloga, psiquiatra ou o que for, mas não é por falta de amor que eu vou sair por aí fazendo o que ela fez. Isso depende do psicológico de cada um, cada um reage da forma que melhor lhe convier, mas isso é loucura. Não sei em que momento ela achou que isso iria melhorar as coisas – muito pelo contrário, só piorou.

O pior de tudo é que ela se contradiz o livro inteiro... Tem horas que diz que quer ser tratada como um objeto, como uma prostituta. Mas depois diz que só quer amor e carinho. Todo o livro ela diz ter esperanças de que um desses caras a olharia nos olhos e diria para ela que a ama. Minha filha, contigo dizendo que queria ser tratada como uma cadela fica difícil, não acha?

Gosto de livro erótico, mas isso não dá para ser classificado como tal. É uma menina rebelde que não sabia o que queria, caiu em contradições o tempo todo e só sofreu com isso. Isso não é erótico, é drama de quinta.

Passe longe, conselho de amiga.

Hell – Paris 75016 – Lolita Pille

Esse livro aí é tão ruim que não consegui chegar nem no final.

A Lolita Pille é a musa inspiradora da Melissa Panarello. Quem leu o livro da Melissa sabe o quanto a Lolita Pille foi citada nele. Se o livro da Melissa já é ruim, ainda mais por ela se inspirar na Lolita Pille, o livro da própria Lolita Pille consegue ser pior ainda.

A Lolita Pille é uma versão piorada da Melissa Panarello, só que drogada, fútil e com dinheiro. De boa, é um livro que não acrescenta nada, só fez tanto sucesso assim porque supostamente a autora teria revelado segredos e bastidores da alta sociedade francesa nele. Só que o livro é tão confuso e tão mal escrito que eu não entendi nada e muito menos percebi alguma coisa.

Enfim, se você quer perder o seu tempo, esse livro é uma boa pedida, apesar de não acrescentar nada. Sabe aqueles livros que não acrescentam nada, mas a leitura acaba valendo a pena por ter distraído um pouco ou por ser bonitinho? Esse livro não te dá nenhuma dessas opções, infelizmente.

Leitura é uma questão de gosto, leiam e avaliem. Mas juro que nunca conseguirei entender quem gosta de um livro onde a personagem faz um aborto e entende isso como algo profundo.

Minha opinião é de que a leitura de um livro como esse só vai confirmar ainda mais a citação: “Algumas pessoas são tão pobres que não possuem nada além de dinheiro.”

Espero que tenham gostado. Até a próxima!              

13 comentários:

  1. Olá!
    Cheguei aqui pelo "Tenho 1 Blog" do Skoob.
    Literatura erótica não faz parte dos meus gêneros favoritos, mas acho válido conhecer indicações de livros que normalmente não me interessariam. Desses que vc listou, só li "100 escovadas antes de ir para cama" e também me decepcionei. A autora realmente se contradiz o tempo todo, sem contar o final fantasioso e pouco provável. "Hell" eu não li, só vi a adaptação para o teatro. Gostei muito da peça. Talvez como literatura erótica não funcione, mas acho que a intenção era justamente mostrar a futilidade e a vida vazia dos riquinhos e riquinhas de Paris (incluindo a autora).
    Até+!

    ResponderExcluir
  2. Oi! Como prometido estou aqui de volta para comentar!
    Li seu post e gostei bastante do jeito que você escreve como se estivesse conversando.
    Confesso que não gosto de livros HOT. Mas tenho uma grande amiga que adora, pode ter certeza que vou passar as suas informações a diante.
    Boa Sorte com o blog

    Abraços

    H.C.C.Reis
    http://hellenstuffs.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Aff' esse tal de '100 escovadas antes de ir pra cama' tá na cara que é bem fraquinho, começando pelo título!

    Eu estou lendo um que tem bastante dessa coisa sensual, mas não é TÃO escancarado como a literatura erótica, o nome é Lolita do Nabokov, um escritor russo. Esse livro é uma confissão de um pedófilo e é narrado pelo mesmo. Ele provocou um rebuliço no mundo literário quando foi lançado e foi proibido em vários países. Vale a pena ler!

    Adorei seu blog e já estou seguindo, gostaria que você desse uma passadinha pelo meu e se puder, comente!

    antenaliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Totalmente de acordo!! Principalmente esse das 100 escovadas... que livrinho ruim! Lembro que qnd lançou foi uma divulgação daquelas... mas o livro não correspondeu!

    Parabéns pelo post! Ótimas dicas!

    Um beijo,
    Nica

    ResponderExcluir
  5. Adorei suas resenhas, você é a melhor *-* Bem, li 100 Escovadas e não gostei, os outros parecem bons.

    ResponderExcluir
  6. Amei esse post! Ri em várias parte!
    Você escreveu muito bem suas opiniões.
    Desses tipos de livros, gosto mais dos Chick-lits, é um pouco hot, mas não tanto.
    Se fosse ler algum da lista, seria os que você recomenda, HUSHUAUHSUA!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi! Que post mais bacana sobre leitura hot! :O
    100 Escovadas Antes de Ir Para a Cama eu já imaginava que não era tão hot!
    Agora quero ler os livros acima, r rs rs
    Obrigada por me apresentar a ele ;D
    Sucesso ao blog, Beijos
    enfimdeasasabertas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. OI Anne, vim bisbilhotar e adorei seu post. Vc escreve super bem, como se estivesse pessoalmente com a gente. E isso é muito legal!
    Gosto de leitura hot, mas claro com conteúdo e com uma história bem montada de fundo. obrigado pelas dicas. E vou divulgar sua postagem para as amigas lá no face e no twitter. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  9. Adorei o post e as indicações. Apesar de a literatura erótica não ser uma das que eu mais leio, já anotei os livros aqui que eu preciso ler! :D

    Então, eu vi seu recadinho lá no meu skoob e resolvi fazer uma visita. :) Já estou seguindo o seu blog!

    Um beijo,
    Luara - @luuara
    http://estantevertical.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. OI, conheci seu blog por indicação da Hellen do blog Hellen's Stuffs. Essa amiga que ela citou no comentário deste post sou eu. hehe
    Gostei do livro Swing. Adoro um livro HOT. Vou baixar ele agora mesmo.
    Bjos, Carol.
    http://cantinhocarolina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Adoro leitura erótica kk desses eu li só 100 escovadas antes de ir para cama .
    Pretendo ler hell , mais brincando com fogo parece que é interessante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá, também gostei do blog, mas tenho o dever aqui de lhe contradizer quanto ao livro Hell, da Lolita Pille. Concordo com vc que o livro trata de temas que realmente incomoda. Mas, ao contrário de ser um livro que tenta ofender em qualquer aspecto, seja ele, aborto, classe social, ou drogas, ou até mesmo a questão do feminismo, acredito que o livro busca abordar muito mais que apenas uma discussão onde a autora queira apontar os conflitos da sociedade rica parisiense (ou mesmo, mundial). Ela, com Hell, vai muito além. Acredito na crítica que ela faz quanto à questão conflituosa do uso indevido do dinheiro que a moda gera nas pessoas de hoje. Os valores materiais acima de tudo e todos. A desvalorização do ser humano. E a valorização dada às coisas que julgamos medíocres.
    E, por outro lado, esse livro (Hell) não tem o intuído, e passa muito longe disso, de ser um livro cujo gênero seja erotismo.
    Quando a personagem abre o livro dizendo "Eu sou uma putinha. Da pior espécie" ela de forma alguma está se referindo ao sexo. Ela está apenas se posicionando, e posicionando o leitor ao status em que ela atingiu; ao fundo do poço em que ela ainda não sente os pés tocando o chão. E se auto condena pela espécie que é, não pela espécie "de ser puta", que ela não é.
    Bom, não quero passar uma má impressão logo de cara, mas não podia deixar de mostrar meu ponto de vista e carinho que tenho pelo livro. Acho a Lolita uma grande escritora. Não encontrei nada no livro que possa ser dito que seja mal escrito. Acho até que ela criou recursos linguísticos até bem humoráveis; não fosse trágico.
    Grande abraço!
    Voltarei mais vezes com outro olhar mais tranquilo sobre as postagens. :)))
    Sou do bem; não se chateie por este comentário.
    Alexandre Pedro

    ResponderExcluir
  13. Um livro muito bom, com uma boa carga erótica é " O Rei dos Paus" de Ewelson Soares Pinto. A narração é muito divertida e conta a passagem de um adolescente para a fase adulta nos anos 70. Nessa viagem ele não só se descobre a si mesmo como também começa a perceber o poder que um P... maior que a média pode ter junto as mulheres. Vale a pena dar uma conferida, diversão, com qualidade, garantida para apreciadores de textos picantes.

    ResponderExcluir